terça-feira, 16 de maio de 2017

ENTREVISTA: BESTIAL


Bestial, considerado um dos nomes mais brutais da cena Black Death Metal nacional, a banda foi formada em meados de 1994 e durante este periudo lançaram: “At The Edge Of Abyss”, “In Perpetual Tempest Occult”, “Final Presage” e “Phalanx of Genocide” em 2005, apois este ano a banda andou sumida, voltando 10 anos depois do segundo álbum com “Hellfuckdominium XXI”. O qual vem conquistando territórios e para saber um pouco mais sobre a banda batemos um papo sobre seus trabalhos e planos. Confira: 

Ola parceiros da Bestial! Pra começar esse papo me fale um pouco sobre a banda e os seus membros. 

BESTIAL: O Bestial foi emanado em outubro de 1994,com vertentes no Black/Death Metal, mantidas e proclamadas até hoje à nossa essência. Em 1995 lançamos nossa primeira demo tape, “At The Edge Of Abyss”, em 1997 já contando com V.Alex, gravamos uma nova demo, “In Perpetual Tempest Occult”, melhor trabalhada em questões de qualidade de áudio, e foi lançada na Europa pelo selo Hallucination Zine de Portugal. Em 2000, eu – Ed Storm - entrei na banda para assumir as guitarras, daí em diante focamos em criar um full lenght, que precisávamos algo mais veemente para solidificar o nome do Bestial na cena nacional, e em 2003 disparamos o “Final Presage”, que nos rendeu assinar o lançamento deste pela Mutilation Records. No ano de 2005 continuamos a saga e parimos o “Phalanx of Genocide” (Mutilation Records). Logo após isso, o baterista Márcio Jameson saiu da banda, então tentamos outros músicos que nos ajudaram muito porém não se afirmaram no grupo, e isto nos atrasou bastante, ficamos sempre na ativa mas fora da cena em questão de material novo, trabalhamos muito e conflagramos o “Hellfuckdominium XXI” (Mutilation Records), que foi nosso regresso à cena necrounderground, estávamos sedento por isso, e voltamos com toda força!


Formada em 1994 a banda lançou duas demos nos anos de 1995 e 1997 como que foi a divulgação e distribuição desses trabalhos?

BESTIAL: A divulgação foi boa, com os recursos que tínhamos, conseguimos alcançar um bom status no necrounderground, e isso abriu portas para termos alcançado bons patamares ao lançarmos o “Final Pressage”. E quanto a distribuição, a primeira foi feita de modo independente e o “In Perpetual Tempest Occult” foi lançado na Europa pelo selo Hallucination Zine de Portugal.

Ainda sobre essas demos: existe algum plano ou já pensaram em relançar estes trabalhos em formato CD ou como bônus?

BESTIAL: No momento não, mas seria importante, no futuro, disponibilizar para o publico que nos acompanha. 

Em 2004 a banda lançou “Final Pressage” e em 2005 o segundo álbum “Phalanx of Genocide”, pela Mutilation Rec. Como foi que se deu este acordo entre a banda e a gravadora e como foi a divulgação e distribuição destes álbuns?

BESTIAL: Antes de gravar o “Final Presage” lá por 2002 saímos para uma sequência de shows pelo estado de São Paulo que nos rendeu um contrato para os dois álbuns na época. E termos de divulgação foi muito forte na época através de zines revistas aberturas de grandes shows tocamos em muitas cidades do Brasil, sem a Mutilation Records teria sido muito difícil.


Nesse período a banda também lançou um videoclipe para a música “Blasphemy”, como se deu a gravação deste e como foi a resposta do publico para este trabalho de vocês?

BESTIAL: Esse videoclipe foi produzido por um grande brother nosso. Adicionamos algumas partes do show de abertura junto ao Destruction no bar Opinião. Acredito que pelos recursos que tínhamos na época foi bem-aceito saiu como bônus no álbum “Final Presage”.

A banda esteve parada por algum tempo certo? Porque pararam e resolveram voltar, depois esse tempo parados? 

BESTIAL: O Bestial nunca parou de trabalhar, enfrentamos alguns problemas na formação que nos fez perder muito tempo através desses anos sem gravar. Acredito que temos muito cartucho para gastar ainda e, sem dúvida, a força daqueles que nos acompanham e apoiam durante esses anos todos mantém essa motivação.

A banda voltou e em 2015 lançam o EP “Hellfuckdominium XXI”. Como está sendo esta de volta ao “front” como um novo trabalho?

BESTIAL: O “Hellfuckdominium XXI” é nossa carta de reapresentação, depois de um longo período sem lançar trabalho novo, para nós foi como se não passasse o tempo pois estávamos focado nesse trabalho todo esse período.

EP “Hellfuckdominium XXI” tem correspondido as expectativas da banda e publico? Sobre que temas falam nas letras desta obra e de quem foi a ideia e que mensagem buscam passar com a arte da capa? 


BESTIAL: Os Hellbangers se mostraram sedentos por este nosso novo petardo. Ressaltam que continuamos a mesma linha, muita ferocidade! Só temos que agradecer esta legião de maníacos e ressaltar que todos nos dão muita força e influência de seguir adiante.

Quanto aos temas, não fogem o que fizemos em outros trabalhos desprezando os falsos símbolos que tentam dominar em nome de uma salvação e ilusão por isso seguiremos vomitando o caos e vingança, a capa acaba sendo um reflexo de tudo isso.

Como ta sendo os shows e quando vamos ver o Bestial destruir nos palcos pelo infernal nordeste Brasileiro?

BESTIAL: Fizemos alguns shows de divulgação do EP pelo Rio Grande do Su, Paraná, São Paulo e Mato Grosso, estamos trabalho em um novo álbum agora e, com certeza, o nordeste estará em nossos planos para divulgar o mesmo.

Leia também a resenha sobre: Hellfuckdominium – CD

Contatos:
bestialcontacts@gmail.com
Facebook/BESTIALOFFICIAL

Videos no Youtube:



OBS: BANDAS INTERESSADAS EM SEREM ENTREVISTADAS ENVIAR MATERIAL FÍSICO  (CD, DEMO, RELEASE E ETC) PARA: ADAUTO DANTAS - AVENIDA ACM, 42 - CICERO DANTAS/BA - 48410-000. NÃO ACEITO MATERIAL DIGITAL OU ENVIADOS POR E-MAIL E OS QUE JÁ MANDARAM AGUARDEM ENTREVISTA.

segunda-feira, 15 de maio de 2017

Narcohell Latin American Tour cancelada devido a problemas de saúde

A imagem pode conter: 4 pessoas, pessoas em pé, barba e atividades ao ar livre

Em nota na pagina do facebook a banda carioca LACERATED AND CARBONIZED, cancelou todos os shows restantes da turnê do novo álbum. Confira a nota abaixo: 

"É com imenso pesar que informamos o cancelamento do restante da tour latino americana do LACERATED AND CARBONIZED.

Para os que ainda não sabem, o baterista Victor Mendonça se acidentou em La Paz, Bolívia. Em razão das dificuldades impostas pela grande altitude da cidade, Victor desmaiou após um mal súbito, tendo sofrido uma queda e batido com sua cabeça no chão de forma violenta.

A imagem pode conter: textoNenhum texto alternativo automático disponível.

Com muitas dificuldades, Victor realizou mais quatro shows (La Paz, Juliaca, Tacna e Arequipa) em condições totalmente adversas. Todavia, exames médicos realizados em Arequipa, Peru, constataram uma lesão na região frontal do cérebro e os médicos locais prescreveram imediatamente repouso absoluto por tempo indeterminado para evitar o agravamento da contusão.

Não temos palavras para descrever nossa decepção em não poder cumprir as demais datas da tour. Revisitaríamos países em que temos diversos amigos e fãs; em outros tocaríamos pela primeira vez. Entretanto, a saúde de Victor deve estar em primeiro lugar e, infelizmente, não havia outra solução a ser tomada.

Agradecemos imensamente a Carlos Shogun e à equipe médica da Clinica Arequipa (especialmente aos Drs. Christian Pino Melgar e Guillermo Haito) pelo incrível suporte, bem como a todos os que compareceram aos shows realizados até então pela energia única. Aos amigos que esperavam ver o LACERATED AND CARBONIZED, pedimos sua compreensão com esta dificil situação e esperamos nos encontrar muito em breve.

A situação de Victor segue sendo monitorada pelos médicos. Mais detalhes sobre sua recuperação serão divulgados tão logo sejam conhecidos.

Cordialmente,
Victor, Caio, Jonathan e Paulo"

A imagem pode conter: 4 pessoas, texto

quinta-feira, 11 de maio de 2017

Broken Dome libera lyric vídeo para “Like The Dead”.

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas

Broken Dome, novo projeto de Adauto Xavier, vocalista da veterana banda de Death Metal, Vulture, libera lyric vídeo para a música “Like The Dead”.

O projeto segue na linha de bandas como Sentenced, Type O Negative, Poisonblack, Tiamat, sem deixar de lado as linhas melódicas de guitarra que se tornaram marca registrada da Vulture.

A previsão é de lançamento de um EP com 4 músicas até o final de maio e de um álbum completo para o segundo semestre de 2017.

O vídeo está disponível no canal oficial da banda no YouTube e em suas redes sociais, onde já foram divulgadas mais duas músicas.

Confira o vídeo:
https://youtu.be/oOtxrlA0aFc


Siga a banda nas redes sociais:
Facebook: https://www.facebook.com/brokendome
Soundcloud: https://soundcloud.com/brokendome
Twitter: https://twitter.com/brokendomeband

INDIVIDUAL: nova formação e álbum a caminho


A banda paulista Individual passou por mudanças em seu time e está pronta para entrar em estúdio.
Agora Carlos Deloss e Marco Aurélio seguem acompanhados do novo baterista Rodrigo dos Santos:

"Rodrigo foi baterista da banda de Deathcore Tudo Tem Seu Fim, por 4 anos. Ele toca instrumentos de percussão desde os 8 de idade e, com toda essa experiência, sua entrada dá início a um novo ciclo, incluindo o processo final de composição de nosso full length e sua gravação", declarou o guitarrista Carlos.

A banda também contará ainda com um segundo guitarrista (não divulgado) para as apresentações ao vivo.

Paralelamente ao trabalho de criação, a banda segue agendando shows, apresentando em palco seu Death Metal técnico ao lado de seu novo músico.

Ainda não foram divulgadas maiores informações sobre o álbum.

Curta a página da banda no Facebook:

Conheça o som do Individual:

LUX PRESS 
Assessoria

quarta-feira, 10 de maio de 2017

George Lessa não faz mas parte da banda Keter.




A imagem pode conter: 1 pessoa

Em nota na sua pagina do seu facebook o guitarrista Geoge Lessa (Keter e Headhunter D.C.), anunciou a sua saída da banda Keter. Confira a nota abaixo:

"Gostaria de comunicar através dessa nota que não faço mais parte do KETER.

Acredito que com o lançamento do EP “Terror Noturno”, minha contribuição para o KETER foi encerrada de forma digna.

Foram quase 12 anos dedicados à banda, onde aprendi muito e tive inúmeras experiências de grande valia. Tenho consciência da minha inestimável contribuição para o trabalho e me retiro com total consciência e sensação de dever cumprido. Quem acompanha a banda, sabe que além de compor, fui responsável pela criação da identidade visual da banda nos materiais oficiais (Capas, Flyers e Estampas de camisas).
Nenhum texto alternativo automático disponível.
Capa do EP “Terror Noturno”
Gravei com a banda a Demo, o EP Ao Vivo “Caçadores das Trevas”, o Single “I Don’t Believe”, o Debut Album “Guerra Contra Tudo e Contra Todos”e o recém lançado EP “Terror Noturno”.

Desejo sorte e sucesso a quem fica.

Estou trabalhando em um novo projeto e já tenho composições para dar andamento a essa nova etapa. Muito em breve divulgarei informações a respeito do mesmo.

Agradeço a quem sempre apoiou e respeitou meu trabalho como guitarrista.

George Lessa"

Mais informações sobre a Keter: https://www.facebook.com/Bandaketer?fref=ts

segunda-feira, 8 de maio de 2017

Moonspell solta nota sobre o cancelamento da turnê no Brasil


É de coração pesado e com tremendo pesar que anunciamos o CANCELAMENTO de todas as datas planeadas para a América Latina, na ocasião do Vigésimo Quinto Aniversário da banda.

Desde 1998 que visitamos o vosso belo território e podemos dizer, com toda a honestidade, que há uma ligação única e rara entre o público Latino-Americano e a nossa banda. Infelizmente, tivemos de decidir no limite, tendo enveredado todos os esforços, cedências e planos para que esta tour se realizasse.Não o conseguimos, nem como banda, nem como management e vimos assim dizer-vos que estas datas não se irão realizar, estando desde já os MOONSPELL a trabalhar no duro para as fazer nos primeiros quatro meses de 2018.

O comportamento desonesto e não-profissional da Cronos Entertainment foi inacreditável, mesmo para nós que já vimos de tudo nesta cena. Não só não cumpriu com o combinado como nos impossibilitou a nós enquanto grupo, à nossa agência e aos vários promotores trabalhar com dignidade. Muitos dos concertos não estavam propriamente anunciados e outros nem sequer se encontravam em pré-venda, por exemplo Rio de Janeiro e Buenos Aires.

Conforme mencionado acima a nossa agência contactará todos os promotores para devolver pagamentos que foram feitos em avanço e/ou garantir novas datas em 2018; bem como confirmar que todos devolverão o dinheiro pago pelos compradores de bilhetes.

Aos fãs: bem sabemos que vão criar muita polémica, que vão dizer coisas que não serão agradáveis para nós, que muita gente nos avisou, e que provavelmente não quererão saber mais de MOONSPELL para nada; mas tudo o que podemos fazer é assumir as nossas responsabilidades , aprender com o sucedido e pedir desculpa, seguindo em frente para 2018.

Fiquem certos que MOONSPELL nunca cancelou uma tour inteira, é a primeira vez. Estávamos tão ansiosos quanto os fãs por esta experiência que começaria em menos de 20 dias. Mas, temos de proteger a nossa integridade como banda, a nossa carreira, as nossas famílias. Com isto tudo em mente e com a tristeza no coração, planeamos voltar cedo, em 2018, tocando sets especiais por toda a parte e trazendo na bagagem o nosso novo disco #1755, cantado em Português bem como a biografia em livro dos 25 anos de MOONSPELL. Estes elementos trarão força aos MOONSPELL que nos permitirá transformar esta derrota em algo de vitorioso e motivo de orgulho e aprendizagem para todos.

Under the spell!

Não há escuridão sem esperança:

MOONSPELL

NOTA: Pedimos a todos que ignorem todas as declarações do promotor Caio Schramm e de sua empresa pois serão falsas. Alertamos todas as bandas, profissionais do ramo e fãs para evitarem as suas produções e os seus concertos.

sábado, 6 de maio de 2017

Nile confirma tour na América Latina com única apresentação no Brasil

Ingressos para show em São Paulo já estão à venda – foto: divulgação

A banda norte-americana Nile, um dos nomes mais respeitados do technical death metal mundial, anunciou recentemente todas as datas da sua nova turnê pela América Latina.

A única apresentação no Brasil, acontece no próximo dia 26 de agosto, no Carioca Club, em São Paulo, e encerra a excursão que também tem passagem pelas principais cidades do México, Colômbia, Chile e Argentina.

Os ingressos para esta performance já estão à venda pelo site do Clube do Ingresso (http://www.clubedoingresso.com/nile) e nos pontos autorizados pela empresa na capital paulista, São Caetano, Jandira, Santo André, Osasco, Rio de Janeiro e Curitiba (http://www.clubedoingresso.com/ondecomprar).

Neste momento, Karl Sanders (vocal/guitarra), George Kollias (bateria), Brad Parris (baixo/vocais) e Brian Kingsland (guitarra/vocais) estão em plena turnê de divulgação do disco “What Should Not Be Unearthed” (Nuclear Blast Records).

Até o momento, o Nile tem as seguintes datas confirmadas:
03/08 - Wacken Open Air 2017 - Wacken, Alemanha
05/08 - The Music Room Dubai - Dubai, Emirados Árabes
10/08 - Brutal Assault 2017 - Jaroměř, República Tcheca
11/08 – Party San Metal Open Air 2017 - Obermehler, Alemanha
13/08 - Rockstadt Extreme Fest 2017 - Râşnov, Romênia
19/08 - Foro Independencia - Guadalajara, México
20/08 - Circo Volador - Cidade do México, México
22/08 - Sala Bombay - Medellin, Colômbia
24/08 - Blondie - Santiago, Chile
25/08 – Uniclub – Buenos Aires, Argentina
26/08 - Carioca Club - São Paulo, Brasil

Com 24 anos de estrada, o Nile já lançou oito discos de estúdio, sempre destilando absurda brutalidade em músicas inspiradas primordialmente pela mitologia egípcia, árabe e mesopotâmica.

Confira o lyric video produzido para o single “Evil To Cast Out Evil” em https://www.youtube.com/watch?v=FmX_lGwL1l4.



Links relacionados:

SERVIÇO SÃO PAULO
Dark Dimensions orgulhosamente reapresenta Nile (EUA)
Data: 26 de agosto de 2017
Local: Carioca Club - ww.cariocaclub.com.br
End: Rua Cardeal Arcoverde, 2899 – próximo ao Metrô Faria Lima
Abertura da casa: 18h
Infoline: (11) 3813-8598
Classificação etária: 14 anos
Estacionamento: locais próximos sem convênio
Estrutura: ar-condicionado, acesso para deficientes, área para fumantes e enfermaria

SETORES/VALORES (1º lote)
- Pista: R$ 80,00 (meia-entrada) | R$ 100,00 (promocional*) | R$ 160,00 (inteira)
- Camarote: R$ 150,00 (meia-entrada/promocional*) | R$ 300,00 (inteira)
*O ingresso promocional antecipado é válido mediante a entrega de 1 kg de alimento não-perecível na entrada do evento.

COMPRA PELA INTERNET – http://www.clubedoingresso.com/nile
Formas de Pagamento: dinheiro, cartões de crédito e débito Visa, MasterCard, American Express e Diners Club

PONTOS DE VENDA - bilheteria do Carioca Club e os pontos autorizados pela Clube do Ingresso na capital paulista, São Caetano, Jandira, Santo André, Osasco, Rio de Janeiro e Curitiba (http://www.clubedoingresso.com/ondecomprar).

Para a compra de ingressos para estudantes, aposentados e professores estaduais, os mesmos devem comparecer pessoalmente portando documento na bilheteria respectiva ao show ou nos pontos de venda. Esclarecemos que a venda de meia-entrada é direta, pessoal e intransferível e está condicionada ao comparecimento do titular da carteira estudantil no ato da compra e no dia do espetáculo, munido de documento que comprove condição prevista em lei;
** A produção do evento NÃO se responsabiliza por ingressos comprados fora do site e pontos de venda oficiais;
*** É expressamente proibida a entrada com câmeras fotográficas e filmadoras profissionais ou semi-profissionais.

Krisiun embarca para importante tour na Ásia

Power trio é um dos principais representantes da metal brasileiro no exterior na atualidade – foto: Pri Secco

O Krisiun, verdadeira instituição e um dos nomes mais importantes da história do metal brasileiro no exterior, já embarcou para mais uma importante longa série de apresentações.

Após excelentíssima turnê pela América Latina, com shows superlotados no Paraguai, Uruguai, Argentina, Bolívia, Equador, Colômbia, Costa Rica e México, Alex Camargo (vocal/baixo), Moyses Kolesne (guitarra) e Max Kolesne (bateria), nesta semana, seguem rumo à Ásia para promover o aclamado novo álbum "Forged In Fury".

O grupo vai invadir Singapura, Indonésia, Bangladesh, Mongólia, China, Japão e Coréia do Sul, tendo como special guest, em todas as datas, o renomado Nervochaos.

Após estas exibições, o Krisiun volta ao Brasil como atração principal do Tropical Rock Fest II. Os ingressos para o evento acontece no dia 2 de junho, na Tropical Butantã, em São Paulo, continuam à venda, inclusive para o camarote open bar, pelo site da Ticket Brasil (https://ticketbrasil.com.br/festival/4899-tropicalrockfest2-saopaulo-sp) e pontos autorizados pela empresa. Mais informações no serviço abaixo.

Confira todos os compromissos do Krisiun na Ásia, Brasil e Europa abaixo:
06.05 - Millian Singapore - Singapura, Singapura
07.05 - Hammersonic Festival - Jakarta, Indonésia
09.05 - TCB Auditorium - Dhaka, Bangladesh
12.05 - UB Palace - Ulaanbaatar, Mongólia
13.05 - Yugong Yishan - Beijing, China
14.05 - Cyclone - Toquio, Japão
16.05 - Prism Hall - Seul, Coréia do Sul
02.06 - Tropical Rock Fest - São Paulo, Brasil
03.06 - Diabólica Metal Festival – Curitiba, Brasil
09.06 - Santa Maria SummerFest – Beja, Portugal
16-18.06 - Hellfest – Clisson, França
06.07 - Obscene Extreme Festival – Trutnov, República Tcheca
07.07 - Resurrection Fest – Viveiro, Espanha
08.07 - In Flammen Open Air – Torgau, Alemanha
14.07 - Gefle Metal Festival – Gälve, Suécia
15.07 - Baden In Blut Open Air - Weil Am Rhein, Alemanha
19.07 - Ajz Bahndamm – Wermelskirchen, Alemanha20.07 - Gothoom Open Air - Banska Bystryka, Eslováquia
21.07 - R.U.D.E. Open Air – Bertingen, Alemanha
23.07 - Metaldays – Tolmin, Eslovenia
26.07 - Escape – Viena, Áustria
29.07 - Stonehenge Festival – Steenwjik, Holanda

Com uma infindável lista de hits como “Kings of Killing”, “Bloodcraft”, “The Will to Potency”, “Blood of Lions”, “Combustion Inferno” e “Vicious Wrath”, e diversos álbuns que se tornaram clássicos como “Black Force Domain” (1995), “Apocalyptic Revelation” (1998), “Bloodshed” (2004), “Southern Storm” (2008) e “The Great Execution” (2011), há muito tempo, o Krisiun se estabeleceu como um fenômeno global no mundo da música extrema, chamando a atenção inclusive de Bill Ward, baterista original do Black Sabbath, além de irretocáveis performances no Rock in Rio e importantes festivais como Wacken Open Air, Helfest, entre muitos outros.

O novo álbum “Forged In Fury” definitivamente laureia a respeitável discografia, além de ser a perfeita evidência de que a banda está cada vez mais forte, insana e destruidora. Este trabalho foi produzido por Erik Rutan, frontman do Hate Eternal, ex-guitarrista do Cannibal Corpse e que já trabalhou com Madball, Agnostic Front, Six Feet Under, entre outros. As gravações aconteceram no Mana Recording Studios, Flórida (EUA).

Produtores sul-americanos interessados em contratar a elogiada performance do Krisiun devem enviar e-mail parapress@theultimatemusic.com.






Links relacionados:

Serviço São Paulo
Tropical Rock Fest II orgulhosamente apresenta Krisiun e Ratos de Porão
Data: 2 de Junho de 2017
Local: Tropical Butantã – www.tropicalbutanta.com.br
End: Av. Valdemar Ferreira, 93 – 200m da estação Butantã da Linha Amarela do Metrô
Horário: 20h (open doors)
Imprensa: press@theultimatemusic.com | 11 964.197.206
Apoio: Rádio & TV Corsário
Capacidade: 2.500 lugares
Chapelaria : R$ 10,00
Telefone: (11) 3031.0393
Censura: 18 anos
Estacionamento: nas imediações da Tropical Butantã (sem convênio)
Estrutura: ar-condicionado, acesso para deficientes somente na pista, área para fumantes e enfermaria

SETORES/VALORES - 2° LOTE
Pista meia entrada/estudante: R$ 50,00
Pista promocional*: R$ 50,00
Pista inteira: R$ 100,00
Camarote Open Bar**: R$ 100,00
*ingressos promocional devem levar 1kg de alimento não perecível exceto sal e açúcar para doação no dia do evento.
**Open bar: água, refrigerante, cerveja, vodka, energético e catuaba.

Informações e compra de ingressos:
# BILHETERIAS TROPICAL BUTANTÃ (Posto de venda sem taxa de conveniência)
Horário: Segunda à sábado das 11h às 18h | Formas de pagamento: apenas dinheiro
***Pontos de venda autorizados em São Paulo, Santo André, São Bernardo, São Caetano, São Mateus, São Bernardo do Campo, Osasco, Guarulhos. Mais informações em https://ticketbrasil.com.br/festival/4899-tropicalrockfest2-saopaulo-sp/pontos-de-venda/
(Formas de Pagamento: dinheiro, cartões de crédito Visa, MasterCard, American Express e Dinners Club)
**** Para a compra de ingressos para estudantes, aposentados e professores estaduais, os mesmos devem comparecer pessoalmente portando documento na bilheteria respectiva ao show ou nos pontos de venda. Esclarecemos que a venda de meia-entrada é direta, pessoal e intransferível e está condicionada ao comparecimento do titular da carteira estudantil no ato da compra e no dia do espetáculo, munido de documento que comprove condição prevista em lei;
***** A produção do evento NÃO se responsabiliza por ingressos comprados fora do site e pontos de venda oficiais;
****** É expressamente proibida a entrada com câmeras fotográficas e filmadoras profissionais ou semi-profissionais.

segunda-feira, 24 de abril de 2017

ENTREVISTA: THE LAST NAIL

Finalmente voltei com uma nova entrevista e de agora em diante irei tentar fazer uma entrevista por dia. Algumas já estão sendo respondidas e logo estarão aqui. A de hoje é com a banda paulista de THE LAST NAIL, que foi formada em 2015 e vem divulgando sua primeira demo de 2016. Fui bater um papo rápido sobre este trabalho e outras informações sobre a banda. Confira:
























1. Olá parceiro! Pra começar esse papo me fale um pouco sobre a banda e os seus membros. 


Saudações irmão. 

Bom, somos um power trio paulista, formado em 2015, nós estamos nessa briga desde o final da década de 80 com outras bandas. 
O WIT (baixo e vocal) é baixista e um dos fundadores do MORDETH, atualmente ele também é vocalista do PROFANE CREATION. 
MR. HONOR (guitarra) também foi guitarra do extinto LEPROUS SOUL, que ficou na ativa até 96. 
Eu, OCCES (bateria), também era guitarra nesta época na banda LEPROUS SOUL que como disse ficou na ativa até 96. 
Decidimos montar o THE LAST NAIL, após uma conversa no show do grande "MPIRE OF EVIL" 
A ideia era fazer um som cru direto. 


2. Vejo que a banda possui uma demo de 2016, como foi os corres pra gravar e lançar esta demo e como que tem sido a divulgação? 


Essa demo nós tentamos deixá-la numa atmosfera oitentista, com timbres da época, sem efeitos de vocal e os instrumentos apenas microfonados, tipo as demo tapes da época. 




3. A gravação é bem crua e na veia da velha escola. Que bandas e álbuns os inspiraram a gravar e fazer esta linha do Metal? 


Basicamente nós temos três bandas de cabeceira, sabe aquela banda que não sai do aparelho de som, VENOM, HELLHAMMER, BATHORY, gostamos também da cena grega, mas, acho que essas três são nossas principais influências. 


4. A demo traz cinco musicas, haviam outras ou apenas estas foram as composta e selecionadas pra gravar a demo? Sobre que temas elas tratam? 


Sim tinham mais musicas, mas, separamos essas cinco para apresentar a banda, todas as letras são temas sobre a goetia e guerras através dos tempos. 



5. O bacana que vocês além de fazer uma versão CDR, também lançaram ela em fita K7. Porque lançar em ambos os formatos e como esta a saída desta versão tape? 


Foi muito bom a repercussão da demo, lançar em tape foi algo limitado a algumas cópias apenas para dar um saudosismos a aqueles que curtem esse formato. 



6. Fale-me sobre a capa. Qual a ideia dela e seu significado por traz? 


O nome em português quer dizer: "O ÚLTIMO PREGO" 

Baseado em blasfêmia, somos a última estaca no bastardo, pra ouvi-lo dar assim um último grito de dor. A capa representa bem isso. 


7. Como que esta a cena ai por São Paulo? Vocês tem feito muitos shows?


Como em todo lugar uma cena, que oscila muito seu público, pra ela voltar a ser forte, precisa haver uma renovação de seu público, percebo poucos garotos de 15 16 anos nos shows, fui ao meu primeiro festival com 14 anos, isso fez a diferença pra eu moldar minha personalidade e o tipo de som que curto, hoje em dia vejo mais um público a partir dos 30 anos, espero a renovação desse bangers. 


8. Pra finalizar como anda as novas composições e quando que vai ter trabalho novo da The Last Nail? 


Estamos compondo e acredito que esse ano teremos
novidades para apresentar aos irmãos, ainda não sabemos qual formato lançaremos, agora, pra quem quiser conhecer nosso som ,estamos disponíveis em todas as plataformas digitais, Spotify, YouTube, etc. 


9. Obrigado pela atenção meu caro Nando e The Last Nail! 



IRMÃO,NÓS QUE SOMOS GRATOS PELA OPORTUNIDADE DE TROCAR ESSA IDEIA COM BANGERS DO NORDESTE, QUE TEM UMA FORÇA FUDIDA , O METAL DESSA REGIÃO É FODA , ESPERO UM DIA TOCAR POR AÍ .


Contatos: https://www.facebook.com/Thelastnailband/


OBS: BANDAS INTERESSADAS EM SEREM ENTREVISTADAS ENVIAR MATERIAL FÍSICO  (CD, DEMO, RELEASE E ETC) PARA: ADAUTO DANTAS - AVENIDA ACM, 42 - CICERO DANTAS/BA - 48410-000. NÃO ACEITO MATERIAL DIGITAL OU ENVIADOS POR E-MAIL E OS QUE JÁ MANDARAM AGUARDEM ENTREVISTA.